A DECORAÇÃO NATALINA DA NOSSA CIDADE



     Acho que todo mundo já reparou na decoração natalina da cidade. Talvez no princípio confundiram com enfeites de carnaval, mas, observaram os anjinhos e se convenceram que é de natal mesmo. Nada contra economizar mas será difícil convencer as pessoas a comemorarem a noite de natal durante o dia, já que não há iluminação para ser vista nas ruas.

     Porém, se vocês repararam, os anjinhos de escola de samba trazem um coraçãozinho pintado na testa, dizem que aquilo representa um chácara. Chácara, na filosofia indiana significa “o terceiro olho”. Soube então que esse olhinho-coração dos tais anjinhos funciona como um observador do trânsito. Assim, tome cuidado se passar por eles com a velocidade acima da permitida pois tudo será registrado e enviado para o seu superior no “ Sambódromo da Marquês de Sapucaí”.

     Não sabemos verdadeiramente a quantas andam os cofres da prefeitura, mas que a coisa tá preta isso tá. Bom, pelo menos apagada nós constatamos nas ruas. E pra quem tem acesso a informações sigilosas, dentro das secretarias municipais as luzes estão se apagando também.

     É uma pena porque afinal de contas, trata-se do aniversário da cidade, esta que deveria se tornar um pólo turístico nessa época, como uma “Nova York brasileira”. Deveríamos estar recebendo pessoas de todos os lugares só para se fotografarem diante das obras de artes iluminadas das ruas e praças da nossa cidade, a exemplo da nossa árvore gigante, que graças a Deus não foi apagada e revestida de plástico como os Reis Magos.

     Artistas não nos faltam. Podemos comprovar nas lojas e Shopings, principalmente um que exibe uma decoração luxuosíssima de material reciclado. A prefeitura talvez pudesse se inspirar nele e beneficiar também várias famílias e cooperativas que trabalham com o lixo reciclado, que certamente embelezariam muito mais e funcionariam realmente como opção de economia e beneficiamento ao meio ambiente, mais do que aquelas estátuas de plástico que se não forem aproveitadas nas escolas de sambas no carnaval de 2010, eu não sei o que será delas.

(Flor do Mato)


Texto escrito por "Flor do Mato" e postado com autorização.

6 comentários:

Ivana disse...

Boy!!! Disse tudo! Eu tava dirigindo outro dia e pensando nesses enfeites! Exatamente isso q foi dito no post: Cadê o glamur (como diria meu amigo Judeu uhauhauha) nesses enfeites? Eu tenho é medo dos palhaçinhos ou seja lá o que forem! Sinceridade? Tb acho que as coisas recicladas teriam sido bem mais bonitas e economicas! Afffffff... triste esse "embelezamento", e ainda reclamam que Vilma só embeleza, e a sra atual prefeita que nem isso sabe fazer?
Bom... passei p/ deixar meu aló e opinião! ^^ Flw...

Ѽ 'MαяιScнмitz ♀ {Lady Evil} ☠ disse...

Abiiiga, puutz gostei pakas desse texto. Eu sempre passo e fico pensando nesses enfeites e tal.


tirando o solzinho que me dá um puta medo. AKOSAKSOKSOAKSOAS


fazer o que? é a cidade onde moramos ^^
:*

Guilherme Slim disse...

Pra completar:

Quem vai nesse sentido, tanto quem vai de Natal-Parnamirim ou vice versa, percebe-se ainda que no lado parnamoscow da coisa, colocaram umas fitinhas prateadas amarradas em uma linha que é amarrada de uma extremidade a outra da pista. E assim, foram colocadas diversas linhas cada qual com suas fitinhas em paralelo umas as outras pra forma uma espécie de "túnel". Mas se vc passar hoje por lá, não terá fitinhas prateadas brilhantes, pois todas, com a ação do vento se desmancharam a ficar NADA. Agora vê-se apenas várias linhas amarradas perpendiculares com o resquisio que foram fitinhas. Imagino o trabalhão para as pessoas que cortoram, - se é que havia alguma maquina pra fazer isso - amarrarem, e colocar as linhas nos fios pra dá em nada. E ainda mais, o gasto que foi isso. Acho que foi só desculpa pra dar uma desviadinha, né?

Guilherme Slim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivana Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivana Maria disse...

kkkkkkkkkkk tem razão. E esses solzinhos com sorrisinhos amarelos de que soltou algum? Essas tirinhas que formavam uma barraca junina na entrada da cidade não aguentou nem o carnaval, que dirá o São João, se a idéia era economizar até lá rsrsrs. Gostei dessa sua amiga.